Tags

, , , , , , , , , , , , , , , ,

“Virginia is for Lovers” é o slogan publicitário de viagem e turismo da comunidade do Estado americano da Virginia e já se incorporou ao jargão americano. O primeiro ano em que o slogan foi introduzido (1969) os viajantes gastaram US $800 milhões na Virginia. Em 2004, esse número tinha aumentado para mais de US $ 14 bilhões, tornando Virginia o décimo destino turístico mais popular dos cinqüenta Estados. Na realidade, aqui cada Estado tem agora seu próprio jargão.

Virginia-is-for-Lovers-3x2-638x425

Imagem google

Sempre que vamos a Carolina do Norte passamos por Richmond. Necessariamente não temos que entrar na cidade, mas uma vez ou outra damos uma paradinha, seja para comer uns “crabs” ao redor ou para apreciar a paisagem. É um divertido centro urbano a apenas duas horas ao sul de Washington, DC, Richmond, em Virgínia, combina alguns dos locais históricos mais significativos dos Estados Unidos com algumas das opções de entretenimento e atrações naturais mais legais da região. Situada nas margens do rio James, é um importante centro industrial do tabaco.

richmond city

richmond james river

Ponte da estrada de ferro sobre o rio James. Foto: TodaysPhoto

Richmondlandscape global education office

Global Education Office, ao fundo

Arquitetura

Sabe aquelas grandes casas vitorianas que vemos nos filmes e onde sonhamos viver na nossa aposentadoria? Elas estão todas enfileiradas na Monument Avenue. A avenida tem esse nome por conta dos monumentos a heróis dos Estados Confederados que lutaram na Guerra de Secessão, mas, com todo respeito, aquelas mansões são verdadeiros monumentos também! Há ainda mais pelo que babar logo ao lado, no bairro em forma de leque apropriadamente chamado de The Fan — dizem estar ali o maior trecho preservado de casas vitorianas nos Estados Unidos.

Richmond Monument_Avenue_sign,_Richmond,_VA_IMG_4064

Foto: wikimedia by Billy Hathorn

richmond house

richmond-va-historical-buildings

Richmond-VA-Old-City-Hall

Virginia Old City Hall – conhecido anteriormente como a Câmara Municipal, é a antiga prefeitura de Richmond, Virginia. É um edifício de estilo gótico vitoriano. Agora é sede de escritórios particulares e está sendo condisederado para ser utilizado como escritórios do governo estadual. Os visitantes são bem-vindos apenas no primeiro andar. O edifício está aberto durante o horário comercial. Está localizado no centro de Richmond.

Lado Histórico

Poucos estados nos Estados Unidos podem se equiparar à significância histórica da Virgínia, e a capital, Richmond, está no centro de tudo. Ela serviu como capital dos Confederados durante a Guerra Civil, firmando para sempre seu lugar nas raízes dos EUA.

No coração de Richmond, no alto de uma colina, está situado o magnífico Capitólio do Estado. O Capitólio da Virginia foi o primeiro capitólio a ser construído depois da Guerra da Independência, em 1788, e foi desenhado e idealizado por Thomas Jefferson, o terceiro presidente dos Estados Unidos com inspirações de um antigo templo romano da cidade de Nîmes, França, o Maison Carrée. Ao visitar o local, o visitante entra em contado com a história da Guerra Civil e de Thomas Jefferson. O local ainda abriga a Câmara dos Deputados e o Senado, mas também é considerado um ponto histórico e possui um museu para que os visitantes conheçam a história do prédio e do estado. Apesar de não ser tão grande e imponente como o Capitólio de Washington, ele é muito bonito e, em seu interior, estão os bustos e estátuas dos 8 presidentes dos EUA que nasceram na Virginia, incluindo uma estátua em tamanho natural de George Washington. Se você der sorte, poderá ver os deputados em sessão.

Curiosidade: Uma das cenas do filme Lincoln, que se passa no Capitólio de Washington, foi na verdade gravada no Capitólio da Virginia.

A entrada para visitantes fica no subsolo, perto da 10th e da Bank Street. O Capitólio fica aberto todos os dias e é possível explorá-lo por conta própria ou participar de visitas guiadas gratuitas — ainda não disponível em português. O passeio dura aproximadamente uma hora.

richmond capitolio

Capitólio da Virginia. Foto: wikipedia

richmond capitol

Interior do Capitólio, com a estátua de George Washington. Foto: wikipedia

Ao pé do Capitol Hill, encontram-se o distrito financeiro e as ruas de paralelepípedos da área da preservadíssima Shockoe Slip, um pequeno bairro com prédios de tijolos e bastantes coloridos, que no passado foi a zona dos depósitos de tabaco e hoje de inúmeros restaurantes e comércios de moda.

Se o restaurante The Tobacco Company com os seus estofados de onça parecer um pouco “too much” para uma refeição, aposte no Sam Millers para um belo prato de ostras.

richmond the tobacco

The Tobacco Company Restaurant

richmond tobacco-company

The Tobacco Company Restaurant

richmond SamMiller

Sam Millers Restaurant

richmond SamMillers

Sam Millers Restaurant

Artes e entretenimento

Virginia Museum of Fine Arts (Museu de Belas Artes de Virginia)

VMFA

Foto: VMFA

Um museu surpreendente. Quem diria que Richmond detém a maior coleção de ovos Fabergé fora da Rússia?

Você sabe o que é um Ovo Fabergé? Então vamos lá para o “santo google”: são obras-primas da joalharia produzidas por Peter Carl Fabergé e seus assistentes no período de 1885 a 1917 para os czares da Rússia. Os ovos, cuidadosamente elaborados com uma combinação de esmalte, metais e pedras preciosas, escondiam surpresas e miniaturas encomendados e oferecidos na Páscoa entre os membros da família imperial (wikipedia). Então está aí a origem do ovo da páscoa…

richmond ovo

O Museu de Belas Artes de Virgínia exibe mais de 23.000 obras de arte, inclusive uma impressionante antologia de arte americana moderna e contemporânea, e uma das maiores coleções de obras de Art Nouveau e Art Deco fora de Paris. O museu funciona todos os 365 dias do ano e o acesso à coleção permanente é gratuito. Às quintas-feiras, no fim da tarde, há apresentações grátis de jazz no agradável café do museu. Fica aberto diariamente das 10 às 17h e das 10 às 21h nas Quintas e Sextas e tem a entrada franca para a exposição permanente.

richmond museu1

Imagens: VMFA

richmond museu fine arts

Com mais de 5000 anos de arte do mundo todo, o VMFA é o maior museu estadual dos Estados Unidos e seus maiores destaques são as peças do sul da Ásia e a arte pré-colombiana. Vale a pena gastar algumas horas passeando por suas várias salas e, se o tempo permitir, passear também pelos seus belos jardins.

richmond virginia-museum-of-fine richmond museu

Se você ainda não almoçou, a dica é aproveitar o bom restaurante Amuse que fica dentro do VMFA e não deixar de provar seus drinks especiais, que mudam de acordo com o tema da exposição temporária do museu. É necessário fazer uma reserva (804.340.1580)

The American Civil War Center

Historic Tredegar  é o primeiro museu do país a examinar a Guerra Civil sob todos os ângulos, mesclando programas educacionais, conferências e eventos, para contar a história do conflito que deu forma aos Estados Unidos da América. É também usado como cenário por fotógrafos de casamentos.

Richmond tradegar

richmond tradegar museu

O novo American Civil War Museum vai criar um edifício em contemporânea forma de L no pátio do Historic Tredegar para unir o site do Museu com o da experiência da Guerra Civil. O novo edifício está provisoriamente fixado para o início de 2015, com data de conclusão prevista em julho 2016.

Um mundo de teatro ao vivo aguarda no novo complexo CenterStage Performing Arts, no centro da cidade de Richmond. Para opções de jantar antes ou depois do espetáculo, experimente os restaurantes ecléticos e inovadores da cidade, conhecidos pela culinária sofisticada em ambientes confortáveis e despretensiosos. Prove uma comida italiana na parte alta da cidade no Edo’s Squid , pratos inspirados nas animadas ilhas no Kuba Kuba, ou comida americana clássica no The Black Sheep.

O complexo é composto da renovação do histórico Teatro Carpenter e dois novos espaços: Rhythm Municipal e do Libby Gottwald Community Playhouse.

Richmond_0aRichmond_0b

Não deixe de conhecer o jardim do Edgar Allan Poe Museum, fazer um passeio pela Monument Avenue com suas mansões e monumentos ou caminhar por Carytown, o alegre distrito comercial de Richmond. Lá você encontra mais de 100 lojas, que vão de butiques com artigos raros, antiguidades, artesanato, além de grifes que se concentram nas avenidas Libbie e Groves. No caminho, uma pedida é parar no Can Can Café, um café estilo francês que foi muito frequentado pelos atores do filme Lincoln quando estavam gravando na cidade. O bairro também é lugar para encontrar as chamadas Second Hands, ou em bom português, os brechós. Ali, o turista encontra roupas de grife em excelente estado e preços bem baixos.

Visite Stony Point Fashion Park  para opções igualmente chiques e de alta qualidade. Richmond não é exatamente um destino de compras, mas é claro que há o que comprar.

Há brechós, antiquários, papelarias, cafés, bares e um cinema antigo chamado The Byrd. Vale a pena passar na Murphie’s para objetos de decoração divertidos, e no Bev’s para um belo sorvete artesanal de blackberry.

Parques e atividades ao ar livre

Lewis Ginter Botanical Garden é sede de muitos jardins incríveis, inclusive áreas de inspiração vitoriana, asiática e dos pântanos. Nas proximidades, Maymont, An American Estate, possui mais de 400 mil metros quadrados de arquitetura romanesca e ambientes naturais. Aprecie as obras de arte dentro da mansão Gilded-Age  ou aviste vida selvagem nas muitas trilhas naturais.

Richmond maymont-italian-garden-

Maymont’s Italian Garden. Photo courtesy Maymont..

O poderoso Rio James atravessa bem no meio do centro da cidade de Richmond, portanto, você pode embarcar em um caiaque e conhecer o único cenário urbano do país com corredeiras de Classe III e IV. A Belle Isle, uma pequena ilha no James, é ideal para caminhadas, trilhas e pedaladas. Para o turista que gosta de esportes com mais adrenalina, há rafting e canoagem, mas também é possível curtir apenas o ócio, ou ainda se deixar levar em um barco ao sabor da correnteza do James.

Richmond, kayakers

Richmond é uma cidade que não tem metrô, então você provavelmente precisará andar de táxi por lá, mesmo se tiver de carro alugado, pois não é em todo lugar que você irá conseguir estacionar facilmente. Tem transporte público de ônibus, mas para quem não está familiarizado é bom não arriscar, se não quiser perder tempo.

Para continuar a animação, vá ao parque temático Kings Dominion  e seu novo Dinosaurs Alive !, um parque de dinossauros animatrônicos, com pouco mais de 24 mil metros quadrados, apresentando 36 dinossauros em tamanho natural. O parque inclui brinquedos, shows e atrações aquáticas, com emoções para todas as idades.

Falarei do Kings Dominion num próximo post. Até lá!

Anúncios