Tags

, , , , , , , , ,

IMG_5716

Antes que o tempo passe e eu acabe esquecendo, quero muito compartilhar com vocês esse evento, que é um deleite para os olhos e para a alma. Estar em contato com a beleza da natureza, para mim, não tem preço!

Estivemos em Washington nos últimos dias 12 e 13, intencionalmente para ver essa beleza em pleno “peak of blooming” (no pico da floração). Acompanhei pelo site as datas, desde a formação dos primeiros botões das flores até quando foi determinado, pelo cadendário anual, quando seria a floração (70% das flores abertas), então planejamos a viagem para essas datas, pois afinal de onde moro até lá são 3 horas de viagem (de carro).

Deixe-me contar um pouquinho da história dessas cerejeiras.

Todos os anos o Festival Nacional das Cerejeiras celebra a floração das 3.000 cerejeiras dadas à cidade de Washington, em 1912, pelo prefeito de Tóquio. O presente foi uma homenagem do prefeito à longa história de amizade entre Estados Unidos e Japão. As cerejeiras floridas marcam a chegada da primavera na cidade.

Houve a coordenação de muitas pessoas para assegurar a chegada das cerejeiras. Um primeiro lote de 2.000 árvores chegou doente em 1910, mas isso não impediu as partes envolvidas de envidarem todos os esforços para a concretização do intento. Entre os governos dos dois países, com as coordenações do Dr. Jokichi Takamine, um químico famoso mundialmente e fundador da Sankyo Co., Ltd. (hoje conhecida como Daiichi Sankyo), Dr. David Fairchild, do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, de Eliza Scidmore, primeiro membro da diretoria feminina da National Geographic Society e da primeira-dama Helen Herron Taft, mais de 3.000 árvores chegaram a Washington, D.C. em 1912. Em uma cerimônia simples, em 27 de março de 1912, a primeira-dama Helen Herron Taft e a Viscondessa Chinda, esposa do embaixador do Japão, plantaram as duas primeiras árvores do Japão na margem norte do Tidal Basin em West Potomac Park.  Ao longo dos anos, os presentes foram trocados entre os dois países. Em 1915, o Governo dos Estados Unidos retribuiu com um presente de árvores chamadas “dogwood” (que também tem belas florações) para o povo do Japão. (tradução: nationalcherryblossom)

Hoje, as flores rosadas e brancas proporcionam uma das vistas mais apreciadas da região e mais de 1,5 milhões de pessoas visitam Washington, DC a cada ano para admirar as cerejeiras florescendo e participar de uma programação diversificada que anuncia a primavera na capital da nação!

Um dos lugares mais bonitos para observação é ao redor do Tidal Basin, espelho d’água no centro de Washington próximo ao Washington Monument, ao Lincoln Memorial, ao Jefferson Memorial e ao Franklin Delano Roosevelt Memorial. O pico da florada é definido como o dia em que 70% das flores do Tidal Basin estão abertas.

_DSC0787 _DSC0803 _DSC0747 _DSC0690 _DSC0788 _DSC0801 _DSC0770

 

cherry2

Espetáculo de cores em tons de rosa claro.

_DSC0735 _DSC0736 _DSC0737 _DSC0752

cherry1

E o chão se forrando com as pétalas caídas.

cherry

Milhares de pessoas reunidas no corredor das cerejeiras. Photo Flickr by arclight

Anúncios