Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Já estive na Itália duas vezes, e estou tentando achar as fotos para postar assim que encontrá-las…  🙂 são tantas fotografias que até me perco! Mas hoje, vou falar um pouquinho de Roma e, em seguida, de algumas cidades italianas visitadas mais recentes, na sequência.

Bom…o que dizer de Roma? palco de tantos acontecimentos da era cristã, está marcada para sempre na lembrança dos historiadores. E, pelo mínimo que se conhece da história da civilização, dá para sentir toda a energia do passado deixado nesse lugar, quando se entra nos monumentos, visita as catacumbas e outros lugares históricos e sitios arqueológicos…é uma das cidades mais fascinantes do mundo, goste você de história ou não. A cada esquina, um monumento com séculos de existência impressiona até o mais tarimbado dos viajantes!

Roma é a capital da Itália, é uma comuna italiana e está sediada na província de mesmo nome, na região do Lácio. Conhecida internacionalmente como A Cidade Eterna pela sua história milenar, Roma espalha-se pelas margens do rio Tibre, compreendendo o seu centro histórico com as suas sete colinasPalatinoAventinoCapitólio (Campidoglio), QuirinalViminalEsquilino, e Célio.

No interior da cidade encontra-se a Cidade do Vaticano (ou Santa Sé), sede da Igreja Católica Apostólica Romana e residência do Papa, que também é bispo de Roma. É a única cidade do mundo a hospedar no seu interior um Estado estrangeiro (o Vaticano) e, por tal motivo com frequência definida como capital de dois estados.

É uma das cidades com maior importância na História mundial, sendo um dos símbolos da civilização européia. Conserva muitas ruínas e monumentos na parte antiga da cidade, especialmente da época do Império Romano, e do Renascimento, o movimento cultural que nasceu na Itália. (Fonte: wikipedia).

Rome-1 007b

COLISEU: Construído nos anos 70 d.C. foi utilizado para realizar combates de gladiadores, lutas de animais, execuções, batalhas navais, caçadas etc.

Rome-1 015

Coliseu com suas várias catacumbas…

Rome-1 025 Rome-1 018

coliseu

Rome-1 016 Rome-1 007

Rome-1 022

PALATINO: Uma das sete colinas de Roma, é uma das partes mais antigas da cidade. Segundo a lenda, Roma teve origem exatamente nessa colina. Foi sede das residências dos aristocratas (época republicana) e imperadores (período imperial) de Roma. Os palácios dos Césares também ficavam por ali, o que significa que você vai pisar onde pessoas como Tibério, Calígula e César Augusto viviam.

Rome-1 020

ARCO DE CONSTANTINO: Situado entre o Coliseu e o Palatino, foi construído para comemorar a vitória de Constantino sobre Maxêncio na Batalha da Ponte Mílvio, 312 D.C

Rome-1 007a

roma antiga flickr by @fran

RUÍNAS DA ANTIGA ROMA: Centenas de catacumbas, passadiços e edifícios desmoronados formam a antiga Roma. (Foto Flickr by Francisco José Saiz)

piazza della republica

PIAZZA DELLA REPUBLICA: A praça, que fica perto da Estação Termini – é onde fica também a Basílica de Santa Maria dos Anjos, que na antiguidade foi um conjunto de banhos romanos. O local foi transformado em Igreja no século XVI. Uma dica: visite a praça à noite, para ver a beleza da iluminação…(Foto Flickr by Daniela Riitano).

fontana de trevi flickr

FONTANA DI TREVI: O lugar onde fica a Fontana di Trevi é usado como reservatório de água desde a antiguidade. A fonte atual, um dos mais procurados pontos turísticos de Roma, foi construída no século XVIII. Dizem que jogar uma moeda na Fontana di Trevi garante mais uma visita a Roma. Se puder, faça uma visita de dia e outra a noite, a visão muda completamente! (Foto Flickr by José Carneiro)

piazza navona

PIAZZA NAVONA:Três fontes tomam conta dessa que é uma das praças mais charmosas de Roma: Fontana dei Quattro Fiumi(Fonte dos Quatro Rios), Fontana di Nettuno e Fontana del Moro. O local onde fica a Piazza Navona é frequentando pelos romanos desde o Império, mas só virou uma praça mesmo no século XV, por ordem do Papa Inocêncio X, que contratou ninguém menos que Bernini para fazer a fonte central. Ali perto fica também o Pasquino, uma das cinco estátuas falantes da cidade. Ao redor, existem vários artistas que expõem e vendem seus trabalhos.

piazza navona flickr josé carneiro neto

Piazza Navona. Foto Flickr by José Carneiro

panteão flickr

PANTEÃO: o único prédio da época do antigo Império que ainda está perfeito. Foi feito para ser o Templo de Todos os Deuses. Desde o século VII é um templo católico, a Igreja de Santa Maria e Todos os Santos. Ali se encontram enterradas diversas personalidades ilustres como os pintores Raffaello e Annibale Caracci, os reis Vittorio Emanuele II e Umberto I e a rainha Margherita. (Foto flickr by Ly Souza)

praça sao pedro flickr by ricardo marcondes

PRAÇA DE SÃO PEDRO (VATICANO) e BASÍLICA DE SÃO PEDRO. Um país minúsculo dentro de Roma. A Guarda Suíça é mais simpática do que a britânica. A Praça de São Pedro é outro projeto do Bernini e foi feita no século XVII. Ali fica a Basílica de São Pedro, a maior Igreja da Cristandade (lá cabem até 60 mil pessoas) e também a moradia do Papa. No centro da Praça de São Pedro fica um obelisco egípcio que foi levado à Roma por Calígula. Conta a lenda que as cinzas de Júlio César estavam numa bola dourada, no topo do obelisco, até a idade média. E por falar em lendas, Roma é cheia delas…rsrssrs (foto flickr by Ricardo Marcondes)

praça de são pedro flickr by rubens campos

PRAÇA DE SÃO PEDRO. Foto flickr by Rubens Campos

pietá

Uma Pietà (italiano para Piedade) é um tema da arte cristã em que é representada a Virgem Maria com o corpo morto de Jesus nos braços, após a crucificação. Associa-se assim às invocações de Nossa Senhora da Piedade e Nossa Senhora das Dores.
A mais famosa pietà é, seguramente, a Pietà do Vaticano, esculpida em mármore por Michelangelo em 1499. Atualmente esta obra está localizada no interior da Basílica de São Pedro, em Roma – Fonte: wikipedia –   (Foto flickr by Francisco Aragão)

museu do vaticano

MUSEU DO VATICANO: Um dos museus mais ricos do mundo. E Sim, a fila é enorme. E o Museu maior ainda, então é melhor você não gastar todo o seu tempo na Praça de São Pedro e no Castelo de Santo Ângelo. Ou então você vai ter que usar dois dias só no complexo do Vaticano, o que pode não ser possível. A Capela Sistina fica aqui mesmo no museu e não na Basílica de São Pedro, como muitos pensam. É parada obrigatória! (Foto flickr by Clariana Zanutto)

museu do vaticano por Samuel Santos

Uma vista externa do Museu. (foto flickr by Samuel Santos)

museu flickr by

Imagem flickr by Caio Fochetto

museu e capela

MUSEU E CAPELA SISTINA – Jardim da Pinha: Foto flickr by Andre Neto

capela sistina by paulo popó

Afrescos no teto da Capela Sistina. Foto flickr by Paulo “popó”

Capela Sistina (em italiano: Cappella Sistina) é uma capela situada no Palácio Apostólico, residência oficial do Papa na Cidade do Vaticano. É famosa pela sua arquitetura, inspirada no Templo de Salomão do Antigo Testamento, e sua decoração em afrescos, pintada pelos maiores artistas da Renascença, incluindo Michelangelo, Rafael, Bernini e Sandro Botticelli.

A capela tem o seu nome em homenagem ao Papa Sisto IV, que restaurou a antiga Capela Magna, entre 1477 e 1480. Durante este período, uma equipe de pintores que incluiu Pietro Perugino, Sandro Botticelli e Domenico Ghirlandaio criaram uma série de painéis de afrescos que retratam a vida de Moisés e de Cristo, juntamente com retratos papais e da ancestralidade de Jesus. Estas pinturas foram concluídas em 1482, e em 15 de agosto de 1483, Sisto IV consagrou a primeira missa em honra a Nossa Senhora da Assunção.

Desde a época de Sisto IV, a capela serviu como um lugar tanto para religiosos, como funcionários para atividades papais. Hoje é o local onde se realiza o conclave, o processo pelo qual um novo Papa é escolhido. (Fonte: wikipedia)